Justiça aumenta multa aplicada a sindicato por greve de professores

Valor passou de R$ 50 mil para R$ 100 mil. Sindicato deverá manter ainda 70% do total dos profissionais em cada unidade

Por O Dia

Rio - O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, aumentou a multa aplicada ao Sindicato Estadual dos Professores do Rio de Janeiro (Sepe) pelo descumprimento de liminar anterior relacionada à greve da categoria. A partir desta decisão, a multa passou de R$ 50 mil para R$ 100 mil, além de intimar o sindicato a manter 70% do total de professores em cada unidade de ensino.

LEIA MAIS

Professores votam por continuação de greve que já dura mais de três meses

?Wagner Victer deixa prédio de secretaria sem acordo com estudantes

?Alunos da rede estadual podem ter que estudar em janeiro e fevereiro

A medida foi tomada um mês após a realização da audiência de conciliação entre representantes do governo e dos professores, sem que houvesse uma composição amigável na causa. Procurado pelo DIA, o Sepe ainda não se pronunciou sobre o caso até a publicação desta reportagem.

Últimas de Rio De Janeiro