Mais de dez mil alunos ficam sem aula devido a operações na Zona Norte

Por questões de segurança, operação do Teleférico do Alemão foi suspensa, segundo a Secretaria de Estado de Transportes

Por O Dia

Rio - Mais de dez mil alunos não puderam estudar devido a operações policiais realizadas em favelas da Zona Norte na manhã desta sexta-feira. Na região do Complexo da Maré, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 12 escolas, três creches e seis Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) não puderam receber seus estudantes. Juntas, estas unidades atendem a 5.531 alunos.

Também foi alto o número de estudantes sem aula no Complexo do Alemão e no Jacarezinho. Ao todo, 4.050 alunos foram prejudicados com a suspensão das atividades em cinco escolas, quatro creches e seis EDIs. Já na região da Vila Cruzeiro, no conjunto de favelas da Penha, oito escolas, três creches e dois EDIs não estão funcionando. Estas unidades atendem a 3.033 alunos no turno da manhã. Segundo a secretaria, o conteúdo perdido será reposto.

A Polícia Militar informou que, no Complexo do Alemão, a operação é realizada por agentes dos batalhões de Operações Especiais (Bope) e de Ação com Cães (BAC). Um confronto começou quando criminosos armados realizaram disparos contra os agentes. Os policiais reagiram, dando início ao tiroteio. Segundo informações, a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Alemão foi atacada.

O jornal local Voz da Comunidade postou no Facebook que o tiroteio ocorre em diversos locais do conjunto de favelas. Por medida de segurança, a Secretaria de Estado de Segurança optou por suspender a operação do Teleférico do Alemão.

Sobre o funcionamento das escolas estaduais, a Secretaria de Estado de Educação informou que somente uma unidade foi obrigada a suspender suas atividades, no Complexo da Maré, nesta manhã. A secretaria não disse quantos alunos foram prejudicados.

Viatura colidiu com poste em rua do Complexo do Alemão após ser atacada por criminosos armadosWhatsApp O DIA (98762-8248)


Últimas de Rio De Janeiro