Padre Omar: A verdadeira sabedoria

Costumamos deixar nossas emoções e conquistas nos dominarem até mesmo em momentos de decisões fundamentais e, por isso, algumas vezes escolhemos mal o caminho a ser trilhado

Por O Dia

Rio - Desde pequenos ouvimos as pessoas nos dizerem “Tenha juízo!” É uma forma carinhosa, embora algumas vezes possa ter soado autoritária, de desejar que tenhamos um bom discernimento diante das situações da vida. Conseguir isso nem sempre é fácil, não é verdade? Costumamos deixar nossas emoções e conquistas nos dominarem até mesmo em momentos de decisões fundamentais e, por isso, algumas vezes escolhemos mal o caminho a ser trilhado.

Para bem decidirmos é necessária a sabedoria. Não a sabedoria humana ou a esperteza que se pratica por aí. Mas a sabedoria que vem de Deus, que nos livra de toda confusão.

É isso que o Evangelho de hoje ensina: que precisamos aprender a fazer a melhor escolha, mesmo que isso não seja fácil para nós. Fala sobre o desapego às pessoas que amamos e lembra a importância de “carregar a própria cruz”, por discernir que seguir a Cristo é uma decisão fundamental para que todas as outras opções da nossa vida se sustentem.

A sabedoria que vem do Céu revela a nós que é preciso sempre ponderar, calcular os passos a serem dados, para viver como um autêntico cristão, mesmo que isso implique em renúncias.

“Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!”
(Lc 14,33)

Ora, logicamente, Jesus não espera que você e eu abandonemos nossa família e o que construímos ao longo dos anos para segui-lo. Muito pelo contrário! Ele deseja que nós cuidemos bem de todas as pessoas e coisas que fazem parte da nossa história, que saibamos administrar tudo com sabedoria. Mas também pede que sejamos capazes de considerar que tudo o que temos e somos está à disposição do Reino de Deus, nosso Bem maior!

Portanto, essa renúncia que o Senhor exige significa disposição interior para fazer a vontade de Deus mesmo quando ela parecer diferente dos nossos planos. A sabedoria nos deixa ver que é possível continuar a agir como um bom cristão, comprometido com Deus, mesmo quando gostaríamos de ceder ao nosso egoísmo ou comodismo nas situações do dia a dia.