Projeto para morador de rua termina nesta sexta-feira

Ação mantém posto fixo na Rua da Regeneração, onde o usuário pode tomar banho, alimentar-se e ser atendido por assistentes e psicólogos

Por O Dia

Rio - Chega ao fim hoje o projeto Proximidade, criado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS) para atender pessoas que vivem em situação de rua nas cracolândias do Complexo da Maré, em Bonsucesso, às margens da Avenida Brasil, e na Lapa, dentro do programa Lapa Presente, do governo do estado. Segundo um funcionário, equipes que atuavam no projeto foram dispensadas no dia 30 de setembro, sem explicações.

Em dois anos, a iniciativa já realizou mais de 11 mil atendimentos. Além do serviço especializado de abordagem social que circula a pé ou em vans, o projeto mantém um posto fixo na Rua da Regeneração, onde o usuário pode tomar banho, alimentar-se e ser atendido por assistentes sociais e psicólogos. Quem aceita deixar as ruas é atendido pela rede de proteção social da prefeitura, que inclui acolhimento e tratamento ambulatorial contra dependência.

Procurada, a assessoria da SMDS não retornou sobre a desativação do serviço.

Últimas de Rio De Janeiro