Polícia Civil recupera armas em operação na Cidade de Deus

Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), recolheram fuzis de gerente do tráfico da comunidade, conhecido como Butuca

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil fez mais uma operação na Cidade de Deus (CDD), em Jacarepaguá, na Zona Oeste, na manhã desta quinta-feira, para localizar armas e drogas escondidas por traficantes na região. Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), recolheram fuzis de um dos gerentes do tráfico da comunidade, Leandro de Souza Santos, conhecido como Butuca, em uma das casas do local.

Policiais apreenderam dois fuzis durante ação na Cidade de DeusWhatsApp O DIA (98762-8248)

Butuca ainda é procurado pela polícia. Ele é um dos envolvidos nos confrontos ocorridos na CDD no útimo sábado, antes da queda do helicóptero da Polícia Militar (PM), que deixou quatro agentes mortos, de acordo com a Delegacia de Combate às Drogas (DCOD).

A apreensão ocorreu em uma casa na Rua Edgard Werneck, na esquina com a Rua Salatiel, em um dos acessos da CDD. Foram recolhidos dois fuzis AK47 (Norinco), calibre 7.62. As armas haviam sido escondidas por traficantes no local, de acordo com a polícia. O morador da residência foi encaminhado para a Cidade da Polícia e apresentado à DCOD.

Cerca de 400 policiais, com apoio de 100 carros e dois blindados , fizeram uma megaoperação nesta quarta-feira nas localidades Karatê, Rocinha 2, Favela da 15 e Apês, na Cidade de Deus, em busca de drogas e armas e também para cumprir oito mandados de prisão de gerentes do tráfico local. 

'Butuca' é apontado pela polícia como um dos gerentes do tráfico na Cidade de DeusWhatsApp O DIA (98762-8248)

A polícia estima que 30% das residências da região foram revistadas na ação. Muitas tiveram as portas arrombadas, gerando reclamações de moradores. Foram apreendidos um fuzil, quatro pistolas, uma coronha de fuzil e 5 mil sacolés de cocaína nas casas arrombadas pelos agentes. Em uma delas, suspeitos foram presos.

A ação ocorreu a partir da identificação de criminosos que trocaram tiros com agentes no final de semana, quando um helicóptero da Polícia Militar que atuava na região caiu, matando quatro PMs. Na operação, os alvos da polícia não foram encontrados, mas 14 suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas foram presos. Todos tinham mandados de prisão pendentes. Mais de 6 mil alunos ficaram sem aula por conta da operação.


Últimas de Rio De Janeiro