Bens de Eduardo Paes são bloqueados pela Justiça

Prefeito do Rio é acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca

Por O Dia

Rio - A Justiça decretou o bloqueio dos bens do prefeito Eduardo Paes nesta sexta-feira. O prefeito do Rio é acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Eduardo Paes tem bens bloqueados pela Justiça por causa de impropridade administrativaPaulo Carneiro/Parceiro/Agência O Dia

Em 2013, Paes dispensou a construtora Fiori Empreendimentos Imobiliários do pagamento de 1,8 milhão de reais de licença ambiental para fazer o Campo. Entretanto, a taxa foi paga pelo município. Atualmente, a dívida é de R$ 2.390.550,78. 

Segundo a Justiça, "a fórmula mágica encontrada para afastar o pagamento constitui claro ato de improbidade administrativa que causou evidente dano ao erário (recursos financeiros públicos) municipal". A ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Rio (MPRJ). 

Tanto Paes quanto a construtora Fio Empreendimentos terão seus ativos leiloados para quitar o saldo devedor.

Últimas de Rio De Janeiro