Portal oferece R$ 5 mil por identidade de suspeitos de matar sargento da PM

Além do policial, outras três pessoas foram mortas na ação dos criminosos. Grupo usava armamento pesado para assaltar em São Gonçalo

Por O Dia

Rio - Um cartaz com o título "Quem matou?", foi divulgado nesta terça-feira pelo Portal dos Procurados. Publicão pede ajuda da população na identificação dos responsáveis pelo assassinato do 2º sargento da PM, Luiz Alberto do Couto Neves, de 40 anos.

Portal pede informações sobre responsáveis por chacina em São GonçaloDivulgação

Lotado no 7º BPM (São Gonçalo), o policial e outras três pessoas foram assassinadas na tarde do último domingo. O caso aconteceu por volta das 18h, na Av Humberto Alencar Castelo Branco, no bairro Lindo Parque, em São Gonçalo. Na ocasião ,o PM, que estava em uma festa, soube que duas motos de convidados tinham sido roubadas. Então, ele decidiu ir com seu cunhado, e mais dois amigos, atrás dos criminosos.

Segundo informações preliminares, os bandidos que roubaram a moto tinham o apoio de outros criminosos que estavam em um Hylux preta. Grupo estava de máscara e tinha um fuzil AK-47.

Quando o policial e seus amigos sairam para abordar os criminosos, o outro grupo, que estava no veículo, passou atirando. Na troca de tiros, também morreram Everaldo da Silva e Jorge Barcelos da Silva, pai da aniversariante. Já Carlos Augusto Magalhães foi socorrido e levado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas não resistiu aos ferimentos.

O delegado responsável pelo caso, Drº Fábio Barucke, titular da especializada, está em busca de imagens de câmeras de segurança que ajudem na investigação das execuções.

O portal pede que quem tiver qualquer informação a respeito dos responsáveis na morte do policial militar e seus amigos, denuncie pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo facebook, pelo Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, O anonimato é garantido.

Últimas de Rio De Janeiro