Suspeito de matar ex-mulher na frente dos sete filhos é preso

Segundo a polícia, homem deu socos na vítima por não aceitar o fim do relacionamento. Crime ocorreu em Duque de Caxias em outubro de 2016

Por O Dia

David Gomes Rodrigues é acusado de matar e ocultar o cadáver da ex-mulherDivulgação

Rio - Policiais da 59ª DP (Duque de Caxias) prenderam um homem suspeito de matar a própria ex-mulher na frente dos sete filhos, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na última segunda-feira. O crime ocorreu em outubro do ano passado. De acordo com a polícia, David Gomes Rodrigues confessou que estrangulou Adriana Mascarenhas de Oliveira após uma discussão com a vítima.

Segundo as investigações, durante a noite, David entrou em casa e atacou Adriana, desferindo socos e pontapés contra ela. O autor não aceitava o término do relacionamento entre ele e a vítima. Os filhos do casal acordaram com os gritos da mãe e foram acudi-la, entretanto, acabaram sendo obrigados a se esconderem, com medo do pai.

As crianças foram ouvidas, tendo uma delas relatado que de onde estava pôde ver o pai arrastando a mãe pelos cabelos enquanto prosseguia com as agressões, sendo que em determinado momento a vítima não esboçou mais reação, aparentando estar morta. O autor ainda usou um galão de água para afogar a vítima.

Após matar Adriana, David escondeu, a princípio, o corpo dela debaixo da pia da cozinha. Em seguida ordenou aos filhos que saíssem de seus esconderijos e se arrumassem para sair.

Depois de 14 horas, ele retirou o corpo do local e jogou no Rio Sarapui. O suspeito foi levado para a delegacia e está à disposição da Justiça. O homem também é investigado pelos crimes de estupro contra seus filhos, que têm de dois a 10 anos.

Últimas de Rio De Janeiro