Acusado de agredir três pessoas em festa na Gávea será julgado nesta terça

José Phillippe Ribeiro de Castro responde por dupla tentativa de homicídio qualificado e lesão corporal culposa. Ele está preso em Bangu

Por O Dia

Rio - O promotor de eventos José Phillippe Ribeiro de Castro, de 30 anos, será julgado a partir das 13h desta terça-feira. Ele é acusado de ferir, com um objeto cortante, três pessoas que participavam de uma festa em sua casa, na Gávea, Zona Sul do Rio. O caso ocorreu em 2015. Ele já está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.

José Philippe Ribeiro de Castro%2C de 29 anos%2C foi preso acusado de agredir três pessoas durante uma festa na GáveaFabio Gonçalves / Agência O Dia

José Phillippe é acusado de dupla tentativa de homicídio qualificado e lesão corporal culposa, quando não há a intenção de matar. Ana Carolina Romeiro ficou ferida no tórax, Gabriel Cunha da Silva teve parte da orelha cortada e Lourenço de Albuquerque Mayer Brenha sofreu um corte em uma das mãos ao tentar segurar o agressor.

O promotor já possuía outras passagens pela polícia, como por lesão corporal, violência doméstica, violação de domicílio e constrangimento ilegal. Ao todo, oito casos foram registrados em delegacias da Zona Sul do Rio e Búzios, e um na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Florianópolis, em Santa Catarina.

Últimas de Rio De Janeiro