Homem suspeito de torturar namorada por 20 horas se entrega à polícia

Agostinho Henrique Mendonça Mendes se apresentou na Deam acompanhado de dois advogados

Por O Dia

Agostinho Henrique Mendonça MendesDivulgação

Rio - Um homem suspeito de manter a namorada em cárcere privado e realizar sessões de tortura por cerca de 20 horas, em Madureira, na Zona Norte do Rio, se entregou à polícia acompanhado de dois advogados, na manhã desta segunda-feira.

Segundo informações da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarapeguá, Agostinho Henrique Mendonça Mendes, 27 anos, foi preso em cumprimento de dois mandados de prisão preventiva pelos crimes de cárcere privado qualificado, lesão corporal e ameaça nos moldes da Lei Maria da Penha. 

De acordo com as investigações da Deam, a vítima foi agredida com soco inglês, chicoteada com fio de abajur e teve diversas partes do corpo queimadas por uma colher de metal que Agostinho aquecia no fogão. Na ocasião, o Disque-Denúncia divulgou um cartaz com recompensa de R$ 1 mil por informações que levassem ao paradeiro de Agostinho.





Últimas de Rio De Janeiro