Polícia faz operação no Complexo do Chapadão após morte do 130º PM

Lotado no 41ºBPM, sargento foi assassinado nesta quarta-feira. Delegacia de Homicídios está investigando o caso

Por O Dia

Rio - Policiais do 41º BPM (Irajá) realizam, na manhã desta quinta-feira, uma operação no Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio. A ação ocorre um dia após a morte do PM Marcelo Oliveira Diniz. O sargento foi o 130º policial militar assassinado no estado em 2017. Até o momento, não há informações sobre feridos e presos no local.

Policiais do 41º BPM atuam no Complexo do ChapadãoReprodução TV Globo

De acordo com a polícia, Marcelo foi atingido por criminosos ao tentar recuperar um carro, durante uma abordagem na Estrada do Rio do Pau. O policial foi encaminhado ao Hospital Albert Schweitzer, mas não resistiu aos ferimentos. A Delegacia de Homicídios investiga o caso. O sargento era lotado no 41º BPM (Irajá). Com ele, o número de PMs mortos este ano no estado já chega a 130.

Na operação da manhã desta quinta, traficantes incendiaram uma grande quantidade de lixo e um carro para tentar evitar o avanço dos PMs na comunidade. Moradores flagraram o veículo blindado da PM (o caveirão) circulando pela favela.

Últimas de Rio De Janeiro