Cartão-postal de Londres, ônibus vermelhos ficam mais sustentáveis

Cidade vai estrear veículos totalmente elétricos no próximo mês

Por gustavo.ribeiro

Os tradicionais ônibus vermelhos de dois andares que circulam em Londres vão aderir à sustentabilidade. Uma frota inicial de cinco veículos 100% elétricos fabricados pela chinesa BYD entrará em operação em abril na capital inglesa. O objetivo da Transport for London, a autoridade de transporte local, é reduzir as emissões de poluentes no meio ambiente.

Ônibus londrinos serão elétricosDivulgação/ BYD


Segundo a BYD, o ônibus elétrico tem 10,2 metros de comprimento, com capacidade para 81 passageiros (54 sentados e 27 em pé) e é extremamente silencioso. Cada veículo custa em torno de US$ 500 mil. A recarga completa da bateria leva 4 horas e é realizada durante a noite, horário fora de pico, quando a energia é mais barata. Segundo a empresa, tal recarga é suficiente para cobrir a maioria das rotas diárias. Em 2009, a cidade estreou os primeiros coletivos híbridos, que mesclam combustão e eletricidade.

“O Prefeito de Londres nos lançou um desafio ao dizer que não acreditava que um 'Double Decker' puro elétrico fosse tecnicamente possível: aceitamos o desafio e em menos de dois anos desenvolvemos o ônibus que vemos hoje nas ruas de Londres. O veículo não é híbrido, trata-se de um puro elétrico com emissão zero, o que proporciona à cidade uma posição de liderança em seus esforços pela melhoria da qualidade do ar para todos os cidadãos,” disse Isbrand Ho, Diretor de Operações da BYD Europa.

Com informações do blog Ponto de Ônibus.

Últimas de O Dia no Coletivo