Casa adaptada para os animais de estimação

Passagens instaladas nas portas e até piso são modificados em casas com bichinhos

Por Marina Cardoso

Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa
Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa -

Brasileiro é apaixonado por animais de estimação. Prova disso é a enorme população de pets nas residências. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos vivem nos lares do país. O desafio, então, é adequar a decoração da casa ao convívio com os bichinhos. Segundo especialistas, é possível ter uma decoração moderna, que seja completamente adaptada aos cachorros e gatos. Basta acertar na escolha dos materiais e atentar para questões da rotina da família.

Durante o projeto, é preciso considerar espaços específicos para os animais. Para facilitar o acesso, passagens adaptadas podem ser instaladas nas portas. "Para quem mora em apartamentos ou sobrados, é imprescindível investir em redes de proteção nas janelas e varandas", enfatiza a arquiteta Ana Yoshida. Já para o piso, a praticidade deve ser o principal fator a influenciar a escolha do material, pois a limpeza deverá ser mais frequente. "Se um cliente demonstra interesse por madeira, sugerimos repensar a escolha, pois o material sofre com os arranhões e deteriora com a urina", explica a arquiteta Beatriz Ottaiano. As mesmas restrições se aplicam ao piso laminado.

Assim, o porcelanato aparece como o tipo de revestimento ideal, pois pode ser limpo com facilidade. "Para quem não gosta do toque frio do porcelanato, há ainda a opção do piso vinílico que, embora não possa ser lavado com balde de água, apresenta uma resistência maior", diz Beatriz.

Como facilitar a faxina

Faz parte do comportamento dos cães o hábito de se esfregar nas paredes da casa. Para evitar danos, há opções de tintas acrílicas laváveis que facilitam a faxina. Sobre a escolha das cores, as mais escuras são fortes aliadas, pois ajudam a disfarçar a sujeira. E, no caso de papel de parede, as versões de vinil podem ser higienizadas com pano úmido.

Os móveis também devem ser levados em consideração. Os animais podem acabar batendo em objetos, o que pode provocar acidentes. Assim, é aconselhável usar estantes fechadas. No caso de gatos, que adoram subir em móveis, a marcenaria pode oferecer um maior grau de dificuldade nessa escalada.

Com relação às cadeiras, peças com polipropileno ou polietileno são mais práticas de limpar. "Se optarmos por cadeiras de madeira com tecidos, damos preferência para fibras sintéticas às naturais em linho e algodão", explica Beatriz. Também é importante considerar a impermeabilização do tecido. Para os apaixonados pelos felinos, tramas fechadas são ideais para que as garras não estraguem os tecidos. "Tendência na decoração, a lona de caminhão também é bastante usada", conta Danielle. Cortinas de linho ou voil devem ser desconsideradas, pois desfiam com facilidade.

 

 

 

Galeria de Fotos

Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa Divulgação
Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa Divulgação
Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa Divulgação
Arquitetura e decoração perfeita para quem tem pets em casa Divulgação

Últimas de Imóveis e Casa