Currais do governo em peça de teatro

Por O Dia

Reestreia a partir desta sexta, no Teatro Municipal Serrador, no Centro,'Curral Grande'. A impactante temática do espetáculo, montado pelo Coletivo Ponto Zero de atores baianos radicados no Rio, segundo o grupo, trata de um assunto desconhecido por muitos brasileiros: a existência dos chamados 'currais do governo', que funcionavam como campos de concentração de sertanejos no Ceará durante a seca de 1932, e impediam que migrassem para a capital.

"A montagem propõe uma reflexão a partir deste triste episódio histórico: o quão recorrentes e atuais são outras práticas semelhantes de discriminação e higienização social nas grandes metrópoles brasileiras", esclarece o diretor Eduardo Machado.

Os atores Carlos Darzé, Brisa Rodrigues, Brunna Scavuzzi e Lucas Lacerda dão voz ao texto, resultado da pesquisa do dramaturgo Marcos Barbosa, que escreveu o espetáculo, após assistir a uma reportagem,em 2000.

"A chamada veio com uma pergunta do tipo: Você sabia que o Brasil também teve campos de concentração? Não sabia e fiquei surpreso quando vi que os tais campos haviam ocorrido em meu estado natal, Ceará, menos de 60 anos antes", lembra Barbosa, que não sabia, mas é neto de uma nordestina que viveu de perto essa realidade. "Ela resolveu relatar histórias que até então mantinha para si".

Comentários

Últimas de Diversão