AGU barra 67,5 mil benefícios

Por O Dia

Em sua página na internet, a Advocacia-Geral da União (AGU) informa que evitou o pagamento indevido de 67,5 mil auxílios-doença e aposentadorias por invalidez do INSS desde a entrada em funcionamento da força-tarefa em 2015. Como cada benefício custa, em média, R$ 1,3 mil por mês, a atuação representou economia de R$ 93,2 milhões mensais para os cofres.

Segundo a AGU, as unidades de revisão surgiram a partir da constatação de que era preciso adotar uma nova estratégia para lidar com o grande volume de processos sobre concessão de benefícios. No âmbito dos juizados especiais federais, por exemplo, as ações movidas contra o INSS representam 79% de todos os processos.

O projeto começou como um piloto, com equipes em São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Paraná. Mas já foi expandido para outros 12 estados e em todas as unidades da Federação até o fim de 2018.

Comentários

Últimas de Economia