TOME NOTA

Por O Dia

Reajuste

O texto encaminhado pelo deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) à Comissão Especial da Câmara propõe que o reajuste do plano de saúde seja feito, após os 60 anos, em cinco parcelas quinquenais. Hoje, nos contratos assinados a partir de 2004, não há aumento depois dos 60 anos de idade.

Negativa

A proposta prevê reduzir multas por negativa de atendimento. Segundo o texto, o valor não poderá ser dez vezes maior do que o do procedimento. Hoje, a multa-base prevista é de R$ 80 mil.

Reembolso ao SUS

O relator propõe que a operadora pague direto ao prestador de serviço o valor do procedimento, com multa de 25%. Hoje, quando um paciente é atendido no SUS, a operadora deve pagar à União e a verba vai para um fundo nacional.

Prevenção

O novo texto prevê que planos passem a oferecer vacinação e usuários tenham desconto se participarem de programas de promoção da saúde.

PLANO POPULAR

O relatório também faz referência a planos mais baratos com cobertura reduzida, mas falta detalhar medidas. Os 'planos populares' vêm sendo defendidos pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, mas não saem do campo das ideias.

Comentários

Últimas de Economia