Policial ferido dentro de helicóptero em operação no Complexo da Maré

Nas redes sociais, moradores relataram intenso tiroteio

Por O Dia

Helicóptero sobrevoa o Complexo da Maré em apoio a operação da Delegacia de Combate às Drogas (Decod)
Helicóptero sobrevoa o Complexo da Maré em apoio a operação da Delegacia de Combate às Drogas (Decod) - Reprodução Facebook

Rio - Um policial civil foi ferido, na manhã desta terça-feira, durante uma operação no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. De acordo com a Polícia Civil, o agente estava dentro de um helicóptero blindado, que recebeu um disparo e alguns estilhaços o acertaram. Ele foi levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, e já foi liberado.

O helicóptero foi acionado para dar apoio aos agentes da Decod depois que um veículo blindado quebrou dentro da comunidade. Outro blindado foi usado para tentar rebocar o veículo danificado.

Nas redes sociais, moradores relataram um intenso tiroteio na Maré. "Isso é uma falta de responsabilidade, sobrevoar sobre as casas e atirar a esmo, sem nenhuma noção onde estão atingindo. As pessoas são alvos dentro da sua casa", comentou um internauta. "Helicóptero mandando tiros para baixo, e crianças nas creches de papel jogados no chão, isso é de partir o coração", escreveu outra.

"Estou presa dentro da associação Amacovip alguém sabe me dizer como está em volta? Tem pacientes idosos desde cedo sem poder sair", questionou uma moradora. "A operação já acabou gente preciso pega minha filha na escola alguém saber me informar? Por favor", perguntou outra.

Dentro de uma creche no Complexo da Maré, crianças deitam no chão para se proteger dos tiros - Reprodução/Facebook/Maré Vive
Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que durante os confrontos na Maré, um aparelho de ar-condicionado da Creche Municipal Pescador Albano foi atingido por uma bala perdida, mas ninguém se feriu.

A SME também esclareceu que as escolas funcionaram somente no período da manhã, pois os alunos já estavam em sala quando os confrontos começaram. Nesta tarde, 6.692 estudantes ficaram sem aulas no complexo. Já a Secretaria Estadual de Educação disse que o atendimento nas unidades de ensino não foi comprometido.

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Delegacia de Roubos de Furtos de Cargas (DRFC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) cumprem mandados de prisão e também de buscas. Procurada pelo DIA, a Polícia Civil disse não ter informações oficiais ainda sobre presos e feridos.

Três suspeitos foram presos e armas foram apreendidas nesta segunda-feira, durante uma operação no Complexo da Maré. De acordo com a PM, na comunidade do Parque União, equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) prenderam Irinaldo Vicente da Silva, conhecido como Naldo Pu, apontado como um dos maiores fornecedores de armas e drogas para o tráfico da Nova Holanda.

Galeria de Fotos

Dentro de uma creche no Complexo da Maré, crianças deitam no chão para se proteger dos tiros Reprodução/Facebook/Maré Vive
Helicóptero sobrevoa o Complexo da Maré em apoio a operação da Delegacia de Combate às Drogas (Decod) Reprodução Facebook

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro