Carmelitas lançou samba contra intolerância em Santa Teresa - Fernando Maia/ Riotur
Carmelitas lançou samba contra intolerância em Santa TeresaFernando Maia/ Riotur
Por

Rio - Agora é oficial! Até a Quarta-feira de Cinzas, mais de 300 blocos vão desfilar pelas ruas do Rio. Ontem, os foliões já aproveitaram 22 cortejos que passaram pelo Centro e Zona Sul. Para hoje serão 75, entre eles, o maior do Carnaval de Rua, o Cordão da Bola Preta, que promete arrastar 1,5 milhão de pessoas. A concentração é às 7h na Avenida Presidente Antônio Carlos, no Centro.

Na tarde de ontem, um dos mais tradicionais blocos, o das Carmelitas, espalhou alegria pelas ladeiras de Santa Teresa, por volta das 15h. Com o samba 'Despachito', o bloco teve como tema a intolerância religiosa neste ano. O Carmelitas volta às ruas do bairro na terça-feira, às 8h.

Também na região do Centro, os blocos dos Bancários, Embaixadores da Folia e dos Aposentados animaram os foliões. O professor Douglas Nogueira, 35 anos, veio para o Rio curtir o seu sexto Carnaval. "Eu sou de São Luís, no Maranhão, mas vim para o Rio, pois amo o clima da cidade nessa época. Venho para blocos sempre procurando fazer novas amizades. Se eu me divertir está valendo", destacou Douglas.

Hoje os blocos começam a desfilar bem cedo. Além do Bola Preta, tem o Céu na Terra, em Santa Teresa, às 7h; o Multibloco, na Lapa, às 8h e o Cordão do Prata Preta, às 16h, na Praça da Harmonia. Na Zona Sul, o Escangalha! sai às 8h, no Jardim Botânico; o Empolga às 9h desfila na Avenida Atlântica, às 9h e a Banda de Ipanema começa a folia às 15h.

Você pode gostar
Comentários