Rock in Rio: Capital Inicial abre a noite rock'n roll do Palco Mundo

Se às vezes faltou voz ou afinação, Dinho Ouro Preto compensou com jovialidade e levantou o público no festival

Por O Dia

Rio - O segundo dia do Rock in Rio trouxe um público diferente para a Cidade do Rock neste sábado. Com uma média de idade aparentemente maior, a impressão que fica é de uma plateia mais "cascuda" em shows e festivais. O Capital Inicial carregou uma boa energia na abertura do Palco Mundo e não decepcionou.

Banda relembrou um sucesso do grupo Aborto Elétrico e levantou a plateia com 'Fátima'André Luiz Mello / Agência O Dia

Se às vezes faltou voz ou afinação, Dinho Ouro Preto compensou com jovialidade - acentuada pelo visual composto por boné e calça rasgada aos 49 anos - e animação."Abrir a noite rock'n roll é muita responsabilidade. A gente vai ter que tocar muito para acompanhar a vibração de vocês", antecipou o cantor.

Como sempre, a banda relembrou um sucesso do grupo Aborto Elétrico e levantou a plateia com "Fátima". A homenagem aos integrantes do Charlie Brown Jr. foi bem recebida com grande parte das pessoas cantando junto a música "Só os loucos sabem".

Capital prestou homenagem aos integrantes do Charlie Brown Jr.André Luiz Mello / Agência O Dia

"É difícil entender o que aconteceu. A gente gostava muito do trabalho deles (Chorão e Champignon) e eles eram nossos amigos", emocionou-se Dinho.

As homenagens não pararam por aí. O Capital entoou "Mulher de fases", da banda Raimundos. E mais uma vez a situação política do país foi lembrada. Com nariz de palhaço, o vocalista resolveu mandar seu "recado para a capital com a música "Saquear Brasília".

Tico Santa Cruz comanda tributo em show com protestos

Líder do Detonautas, Tico Santa Cruz comandou o tributo a Raul Seixas no fim da tarde deste sábado. Após receber incentivo do cantor, o público soltou palavrões contra o governador Sergio Cabral.

Clique na imagem acima e veja foto 360º dos fogos na abertura do Rock in RioAyrton 360º

Após o coro, Tico colocou uma camisa no rosto e saiu em defesa dos black blocs: "Quem está mascarado é quem vota secreto no Congresso Nacional", afirmouo cantor, que completou: ""Tenho certeza que se Raul estivesse vivo ele estaria se manifestando junto com o povo brasileiro".

Últimas de Diversão