Ícone fashion, os óculos redondos destacam atitude e personalidade

Estilo eternizado por John Lennon vira hit na estação mais quente do ano

Por O Dia

Rio - Não basta proteger os olhos, tem que ter estilo. E nem precisa de uma visão aguçada em moda para saber que os modelos futuristas dos óculos redondos chegaram com tudo neste verão. Eles foram eternizados pelos Beatles nos anos 60 e 70, principalmente por John Lennon, que lançou tendência. Outro ícone fashion entusiasta dos modelitos arredondados é Johnny Depp, o astro de Hollywood. Sejam de armação metálica, madeira, camurça ou de lentes espelhadas, os óculos redondos são uma releitura chique do movimento hippie e também dão todo um charme ao look clássico. 

Beyoncé investe em modelo redondo para dar um ar despojado ao lookReprodução Internet


Para o estilista Walério Araújo, responsável pelo figurino de estrelas como Claudia Leitte e Sabrina Sato, “o estilo John Lennon” é sinônimo de personalidade. “Esse modelo é atemporal. Funciona bem tanto com a tribo hippie, descolada, colorida, de chinelos e chapéu, quanto com os clássicos como vestidos, pantalonas e macacões, desde que esses sejam, de preferência, metálicos ou pretos”, frisa Walério.
Por aqui, os tipos tomaram de assalto as prateleiras das principais grifes e já moldam rostos famosos, como o de Thaila Ayala, Giovanna Ewbank, Bruna Linzmeyer e Manu Gavassi. As divas internacionais também já aderiram, entre elas Beyoncé, Rihanna e Selena Gomez. As ‘it-girls’ Lala Rudge e Camila Coelho apostam nos óculos redondos como o hit da estação.

Os modelos grifados variam entre R$ 400 e R$ 2 mil. A Luxottica acaba de lançar a coleção ‘Fade to Grey’, de Giorgio Armani, toda revestida de flanela cinza, que custa R$ 1.500. Mas, para quem não quer ou não pode investir tanto assim, há os mais em conta no comércio popular.

Segundo o consultor de estilo Alexandre Schnabl, os óculos redondos representam a intelectualidade despojada. “Esse modelo surgiu no século 19 com os dândis, aqueles homens de boa família, inteligentes e que carregavam no DNA o espírito transgressor. Como a moda se renova, hoje, a armação de madeira, por exemplo, vem com a preocupação ecológica”, explica Schnabl.

Os rostos mais finos se adequam melhor aos óculos. Mas não chega a ser uma regra, como constata Alexandre: “Esse modelo está diretamente ligado à revolução intelectual e insiste em se manter na moda como estilo de comportamento. Então, o formato da lente no rosto não importa. É questão de atitude”.
O que se vê na passarela do dia a dia é um desfile de combinações dos óculos redondos com o estilo boho. “A mistura de estampas e fluidez está em alta. Mas também combina muito com ternos risca de giz e alfaiataria, tanto para homem quanto para mulher”, pontua o consultor.

Sem restrição de idade, os óculos redondos são uma boa pedida para quem quer se destacar nessa temporada, garante o estilista Walério Araújo: “Com bom senso, tudo é válido. Seja de sol ou de grau, essa é a aposta da estação”.

Últimas de Diversão