Coluna do Servidor: Terceirizados da Faetec buscam solução para falta de salário

De acordo com a entidade, não há perspectiva de solução do problema

Por O Dia

Rio - Os funcionários terceirizados da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) estão sem salários há cerca de seis meses e alguns foram dispensados, segundo informou o Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação do Município do Rio de Janeiro (Siemaco-Rio). Conforme a entidade, não há uma perspectiva de terem sua situação resolvida. Os representantes dos trabalhadores tentam agendar uma reunião com o governo do estado para buscar uma solução.

Terceirizados da Faetec buscam solução para falta de saláriosDivulgação


“A situação é caótica”, disse o presidente do sindicato, Antonio Carlos da Silva (foto). Ele ressaltou que até 24 de setembro, o serviço terceirizado era feito pela empresa Prol e o último salário que entrou foi o de junho. O dirigente sindical ressaltou ainda que a empresa não teria pago os funcionários terceirizados por não estar recebendo a verba destinada a ela por parte do governo do estado. Além disso, com o fim do contrato, trabalhadores passaram a ser dispensados pela prestadora.

Ele comentou ainda que alguns funcionários passaram a faltar ao trabalho pela falta de pagamento e tiveram os dias descontados. “Tem até alguns funcionários estatutários que ajudam os terceirizados”, relatou.

Em nota, a Faetec informou que duas empresas foram contratadas em caráter emergencial.

FAETEC II

FUNCIONÁRIOS

Sobre a situação dos funcionários que estariam sendo demitidos com o término do contrato, a Faetec informou que a orientação é que as novas empresas possam absorver os trabalhadores que foram dispensados. Mas ressaltou que essa contratação fica a critério de cada uma. Segundo o Siemaco-Rio, as empresas são a Persona e a Verde Ambiental.

PROTESTO

SEGURIDADE ADERE

Os servidores da Seguridade e Seguro Social, que incluem trabalhadores da Saúde, Previdência e Trabalho, decidiram aderir ao Dia Nacional de Luta e à paralisação do funcionalismo público federal no dia 25. Ao lado de outras categorias, irão protestar contra projetos que ameaçam direitos trabalhistas, como a PEC 241 e o Projeto de Lei 257.

REUNIÃO

CARREIRA JUDICIÁRIA

O Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) promove na próxima quinta-feira, reunião para dar continuidade às questões relativas à atualização da carreira judiciária, a partir das 19 horas. Também será feito um balanço da atuação do Grupo de Trabalho Nacional de Carreira, ocorrido no dia 12 de outubro.

CORREIOS

ELEIÇÃO NO SINDICATO

Está previsto para os dias 20, 21 e 22 de dezembro, a eleição da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro (Sintect-RJ). Na última segunda-feira, dia 10, a entidade reuniu os servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos para promover a eleição da comissão eleitoral responsável pelo pleito.

Últimas de Economia