Brasil é recebido em Toronto com gafe: Organização toca o hino nacional errado

Na recepção para saldar os representantes brasileiros já hospedados na Vila Pan-Americana, a organização tocou o hino que seria das Bahamas, causando constrangimento

Por O Dia

Toronto - Uma gafe estragou a recepção de boas vindas à delegação do Brasil na Vila Pan-Americana de Atletas em Toronto, na tarde desta quarta-feira. No hasteamento da bandeira, ao invés do Hino Nacional, uma outra música começou a tocar enquanto os atletas começavam a cantar, gerando constrangimento.

LEIA MAIS: Conheça o quartel-general do Brasil no Pan de Toronto

Segundo Marcus Vinicius Freire, superintendente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), o hino executado foi o das Bahamas. Foi ele quem avisou os anfitriões do equívoco. "Estava escrito BAH na mídia onde está o hino, eles se confundiram, acharam que era Brasil", disse. Minutos depois, o dirigente afirmou que pode ter se confundido e ser o de Barbados. Os dois hinos são semelhantes, de fato. O operador de áudio afirmou não saber qual foi a canção tocada.

"Tem falhas que não podem acontecer, como hino e bandeira", alfinetou Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB.

Delegação brasileira visitou pela primeira vez a vila do Pan de TorontoThiago Rocha/iG

O Pan de Toronto nem realizou ainda a cerimônia de abertura - será nesta sexta-feira - e já cometeu o segundo deslize. Nas partidas entre Brasil e Canadá, pela rodada de abertura do polo aquático feminino e masculino, o cronômetro do placar teve uma pane, interrompendo os jogos por cerca de cinco minutos.

Apesar da gafe, o clima foi festivo entre os brasileiros, recepcionados na Vila ao lado das delegações de Aruba e Porto Rico. Cerca de 150 pessoas, entre atletas, técnicos e dirigentes, desfilaram ao lado de Ginga, a mascote do Time Brasil.

* Reportagem de Thiago Rocha

Últimas de Esporte