Chung Mong-Joon decide retirar sua candidatura à presidência da Fifa

Coreano sente-se pressionado pelo Comitê de Ética da Fifa

Por victor.abreu

Suíça - O sul-coreano Chung Mong-Joon retirou nesta segunda-feira sua candidatura à presidência da Fifa por conta de uma suspensão imposta contra ele pelo Comitê de Ética da entidade responsável pelo futebol mundal.

"Por conta das sanções injustas do comitê de ética, perderei o prazo de 26 de outubro para apresentar minha candidatura", disse Chung em nota. "É hora de retirar oficialmente minha candidatura para próximo presidente da Fifa", acrescentou.

O prazo final para o envio das cartas de apoio é esta segunda-feira. Cada candidato precisa de cinco documentos de diferentes federações.

Chung Mong-joon está fora da eleição na FifaEfe


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia