Investigação sobre dono do time pode obrigar Paris Saint-Germain a vender Neymar

Justiça da Suíça acusa Al-Khelaifi de corrupção nas negociações dos direitos de transmissões televisivas para as Copas do Mundo de 2026 e 2030

Por O Dia

França - Neymar mal chegou e já pode estar de saída do Paris Saint-Germain. Segundo o jornal espanhol 'El Gol Digital', a negociação do atacante pode ter novos capítulos devido a investigação de corrupção sobre Nasser Al-Khelaifi, dono do clube francês.

Nasser Al-Kheçaifi e Neymar no dia da apresentação oficial do jogador AFP

A Justiça da Suíça recentemente abriu uma investigação sobre Al-Khelaifi, onde acusa o dono do clube parisiense de corrupção nas negociações dos direitos de transmissões televisivas para as Copas do Mundo de 2026 e 2030. Por conta disso, o dirigente poderá ter que pagar uma multa milionária, o que o obrigaria a se desfazer de Neymar para arcar com os prejuízos.

A justiça interna da Fifa também 'abriu investigação preliminar contra Nasser Al-Khelaifi'. Jérôme Valcke, ex-secretário geral da entidade e suspenso por outros escândalos de corrupção, também é investigado pela Justiça suíça neste caso.

O caso reabre a crise no futebol e afeta duas das pessoas mais influentes do esporte e ainda num momento em que dirigentes questionam como o time de Paris encontrou 222 milhões de euros para levar Neymar do Barcelona. A Uefa também apura a transação. Agora, o processo criminal aberto na Suíça contribui para alimentar as especulações sobre o financiamento e as práticas no PSG.

Últimas de Esporte