Cobrança por bom futebol no Botafogo

Ricardo Gomes quer a vitória, mas diz que o Glorioso precisa jogar bem e continuar evoluindo

Por O Dia

Minas Gerais - No script de Ricardo Gomes, a posição na tabela é coadjuvante e o desempenho, protagonista. Seguindo o roteiro do treinador, o Botafogo espera manter a evolução da rodada passada no confronto com o vice-líder América-MG, às 16h30, no Independência. Se vencer, o Alvinegro termina o primeiro turno na frente dos mineiros, mas o resultado positivo só será verdadeiramente valorizado pelo treinador, caso o time tenha uma boa atuação.

A equipe ainda não está à feição do técnico. No entanto, ele identificou uma melhora, principalmente na primeira etapa da vitória sobre o ABC. O bom entendimento entre Neilton, Navarro e Daniel Carvalho é motivo de otimismo e um trunfo para que o progresso siga em curso.

Ricardo Gomes quer a sua segunda vitória no BotafogoVitor Silva / SSPress

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Apesar de ter sido o time que mais tempo ficou na liderança da Série B no primeiro turno, o Botafogo de Ricardo Gomes não se abala com o fato de não conseguir terminar essa fase da competição no topo. Os objetivos traçados pelo comandante são maiores do que uma momentânea satisfação provocada pela colocação na tabela.

“Muito mais importante é reencontrar o bom futebol. Fazendo isso, vamos brigar pelas primeiras posições. O fato de estar ou não na liderança é fruto do trabalho. Agora, se torcer pelos resultados dos outros e não jogar bem, não vai dar certo. Temos que reencontrar o bom futebol nos 90 minutos”, afirmou Ricardo.

Como de costume, o técnico fechou a maior parte do treino de para a imprensa, mas, antes, mostrou que a formação que vai a campo no Independência é praticamente a mesma que venceu na rodada passada.
A única mudança será a entrada do jovem Diego na vaga de Luis Ricardo, que cumprirá suspensão pelo terceiro amarelo, na lateral direita.

Ao fim da partida, o Botafogo terá completado a metade da caminhada. Com novas caras e outra filosofia, mas com o mesmo destino: a Primeira Divisão do futebol brasileiro.

Changbao deixa o clube sem jogar

O chinês Changbao, que chegou ao clube em maio, foi dispensado pela diretoria alvinegra após Antônio Carlos Mantuano renunciar ao cargo de vice de futebol. O ex-dirigente era uma espécie de protetor do jogador, por considerá-lo importante para abrir as portas do mercado chinês.

A passagem de Changbao pelo Botafogo ficou marcada muito mais pelas fotos com Fred e outros jogadores nas redes sociais do que pelo bom futebol.