Flamengo para na defesa de Limeira e cai diante do líder do NBB

Em São Paulo, Rubro-Negro amarga quarta derrota no torneio e vê rival paulista se distanciar na briga pela liderança

Por O Dia

São Paulo - O atual bicampeão do NBB caiu para o atual líder do torneio. O Flamengo não resistiu à intensidade defensiva de Limeira e perdeu, fora de casa, por 78 a 73, nesta sexta-feira, no Ginásio Vô Lucato. O Rubro-Negro passou a maior parte do tempo atrás do placar. No fim, ensaiou uma reação, mas errou em momentos decisivos. O clube carioca sofreu nas mãos de dois velhos conhecidos: Nezinho, que sempre "perturbou" na época de Brasília, e David Jackson, norte-americano que atuou pelo time da Gávea.

Marcelinho tenta impedir avanço de Ronald Ramon%3A ala rubro-negro não teve uma boa atuaçãoJB Anthero / Divulgação

A dupla de Limeira foi responsável por 41 pontos. Nezinho anotou 23 pontos, acertando cinco tiros longos. Jackson contribuiu com 18. Outro destaque foi o pivô Bruno Fiorotto, autor de 12 pontos. Ele ainda pegou nove rebotes e distribuiu cinco assistências. Líder do NBB, o clube paulista ostenta um retrospecto de 14 vitórias em 15 jogos.

Pelo Flamengo, Marquinhos fez 23 pontos em uma noite pouco inspirada do ataque rubro-negro. Meyinsse anotou dez, um a mais do que Herrmann. A defesa de Limeira incomodou e levou a melhor. Marcelinho, que se enrolou com faltas, anotou apenas três pontos. O Rubro-Negro amargou a quarta derrota no NBB em 13 jogos. O atual bicampeão vai ficando distante da liderança.

Na próxima rodada, na terça-feira, às 21h, o Flamengo recebe o Bauru na HSBC Arena. No mesmo dia, às 20h, Limeira joga mais uma vez em casa e encara o Paulistano.

O jogo

O duelo começou equilibrado. O Flamengo explorava o garrafão com Meyinsse. Limeira respondia na mesma moeda, com Fiorotto. O ataque rubro-negro, porém, encontrou dificuldades a partir da metade do primeiro quarto. Sob a batuta de Nezinho e David Jackson, responsáveis por 11 pontos, o clube paulista se aproveitou para vencer a parcial por 20 a 16.

Limeira começou o segundo quarto de forma arrasadora. Com uma corrida de 10 a 2, abriu 12 pontos de frente (30 a 18) e obrigou o técnico José Neto a parar o duelo. O Fla respondeu com uma sequência de cinco pontos. Foi a vez de Dedé pedir tempo. Limeira até reagiu, mas viu o Rubro-Negro marcar seis pontos consecutivamente. O técnico do clube paulista parou o duelo de novo. Limeira emplacou sete pontos seguidos e foi para o intervalo com nove pontos de vantagem: 44 a 35.

O Flamengo mostrou o cartão de visitas no terceiro período e começou com uma corrida de 6 a 0. Depois, com uma cravada de Meyinsse, a diferença caiu para um ponto. Porém, Nezinho era a válvula de escape de Limeira. Ele meteu três bolas de três no quarto (todos os pontos do time na parcial até aquele momento). Neto parou o jogo. A desvantagem no placar havia pulado para sete pontos. Limeira conseguiu se manter no controle e foi para o último quarto com oito pontos de frente (62 a 54).

No último quarto, o Flamengo reagiu sob o comando de Marquinhos. A desvantagem caiu para quatro pontos. Porém, a defesa rubro-negro vacilou duas vezes seguidas. Limeira voltou a abrir oito pontos. Neto parou o jogo. Na reta final, o Fla reagiu e cortou a diferença no placar para três pontos. Porém, errou na hora decisiva, sobretudo Laprovittola em lances livres. Limeira fechou o duelo por 78 a 73.