Wallace entra na mira do tribunal

Com renovação acertada, o zagueiro será indiciado pelo TJD-RJ por criticar a arbitragem no clássico

Por O Dia

Rio - O zagueiro Wallace será denunciado pela procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) devido às duras declarações após a primeira partida da semifinal do Campeonato Carioca contra o Vasco. Ele pode pegar até seis jogos de suspensão, além de ser multado em R$ 100 mil. O capitão rubro-negro, que fechou ontem os detalhes para a renovação de contrato com o clube até 2018, classificou como “molecagem” a atuação do árbitro João Batista de Arruda no empate em 0 a 0 no Maracanã.

Mesmo sem nenhum relato de irregularidade na súmula da partida, o tribunal indiciou o defensor com base no Artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o mesmo em que Fred será julgado nesta quarta.

Wallace pode receber puniçãoDivulgação

“Foi desrespeitoso demais o Wallace chamar o árbitro daquela forma. A denúncia será feita amanhã (hoje). Mesmo assim, acredito que ele não pegará a pena máxima por estar sendo julgado pela primeira vez no tribunal. Mas também não deve escapar de uma punição”, afirmou o procurador-geral do TJD-RJ, André Valentim.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Os demais lances do tumultuado clássico de domingo passaram pela análise do tribunal, que não indiciou nenhum outro jogador. Isso porque o árbitro os puniu com cartões amarelos.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Dos 10 atletas advertidos por João Batista de Arruda, seis tiveram como justificativa na súmula “jogar de maneira brusca”. O amarelo para Luan foi “por agarrar o adversário” e somente Everton teve a qualificação “por reclamação por palavras”.

Assim , o TJD-RJ não pode alterar a decisão de João Batista de Arruda por conta do regulamento do Campeonato Carioca. Dessa forma, Jonas e Dagoberto escaparam de serem denunciados. Isso porque cada um foi advertido com um cartão amarelo durante a partida.

Com Wallace, o Flamengo tem três jogadores na mira do tribunal. Expulsos no jogo com o Vasco pela Taça Guanabara, também apitado por João Batista de Arruda, o lateral-esquerdo Anderson Pico e o atacante Paulinho tiveram os seus julgamentos adiados. A nova data ainda não foi definida pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio.

Colaborou Ulisses Valentim