Em partida ruim, Fluminense e Atlético-MG não saem do zero no Maracanã

Com o resultado, as duas equipes estão fora do G-4

Por O Dia

Rio - Em um confronto direto na tabela do Brasileiro, o Fluminense não conseguiu sair do zero contra o Atlético-MG. A partida entre as duas equipes não foi das melhores e os atacantes da seleção brasileira na Copa do Mundo, Jô e Fred não conseguiram salvar suas equipes. Com o resultado, os dois clubes seguem fora do G-4.

Na próxima rodada, o Fluminense vai até o Beira-Rio para encarar o Internacional. O jogo acontece no domingo às 16 horas. Já o Galo recebe o São Paulo no mesmo dia e hora, no Independência.

Fluminense voltou a empatar no BrasileiroAndré Mourão

O JOGO

Atuando em casa, o Fluminense começou a partida pressionando o Atlético-MG. Bastante recuado, o Tricolor só conseguiu chegar com perigo pela primeira vez em uma jogada de bola parada. Aos oito minutos, Conca bateu escanteio e Fred desviou assustando o goleiro Victor. Os donos da casa só voltaram assustar de novo aos 29 minutos. Em jogada semelhante, o argentino cobrou o escanteio e Cícero desviou na trave.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Embalado, o Fluminense foi para cima e quase abriu o placar em bela jogada pela esquerda. Fernando avançou com a bola e lançou para Cícero, o meia cruzou para Fred, a zaga do Galo afastou e a bola sobrou para Edson, que bateu forte para fora.

GALERIA: Fluminense e Atlético-MG ficam no empate

Nos últimos minutos da primeira etapa, os mineiros tentaram ser mais ofensivos e criaram boas oportunidades. Na primeira, Marcos Rocha recebeu com liberdade mas errou o cruzamento. Logo depois, a bola se ofereceu para Guilherme, dentro da área, mas a zaga do Fluminense salvou o lance.

O segundo tempo começou com o Fluminense buscando novamente o controle do jogo. Fred ganhou na direita e cruzou, a zaga do Galo cortou para trás e quase matou o goleiro Victor. Com o tempo, o time mineiro conseguiu conter o ímpeto do Tricolor e a partida ficou truncada. Poucas chances eram criadas pelos dois clubes.

Tentando modificar a maneira do Fluminense jogar, Cristóvão colocou Kennedy no lugar de Edson. O Tricolor até cresceu no jogo e ensaiou uma pressão, mas não foi o suficiente para marcar e o confronto terminou mesmo sem gols.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Nadine Schramm Camara Bastos (SC)
Cartões amarelo: Luan e Leandro Donizete (ATL) Cícero (FLU)
Público e renda: 10.320 pagantes / 11.933 presentes / R$ 248.565,00

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Marlon, Fabrício e Fernando (Chiquinho); Edson (Kenedy), Rafinha, Cícero, Conca e Wagner; Fred
Técnico: Cristóvão Borges

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Edcarlos e Alex Silva; Leandro Donizete, Dátolo e Guilherme; Carlos, Jô e Luan (Cesinha)
Técnico: Levir Culpi