André Brasil e Phelipe Rodrigues ficam com a prata e o bronze nos 100m livre S10

Dupla brasileira perde o reinador que durava desde Pequim-2008, com ouro e prata para Ucraniano, mas voltam ao pódio pela 3ª vez seguida

Por O Dia

Rio - Os lugares mais altos do pódio não vieram como em Pequim-2008 e Londres-2012, mas André Brasil e Phelipe Rodrigues repetiram a dobradinha de sucesso nos 100m livres S10. Em uma prova bastante equilibrada nesta terça-feira, os brasileiros acabaram superados pelo ucraniano Maksym Krypak, mas garantiram prata e bronze, respectivamente.

Foi a segunda medalha de Andre Brasil no Rio. Após bater na trave em suas duas primeiras provas e desistir da terceira, o carioca multicampeão conseguiu quebrar o jejum em casa na segunda-feira, com o bronze nos 100m borboleta, também atrás da dupla da Ucrânia. Andre agora soma 12 medalhas em Paralimpíadas. Já Phelipe conquistou sua quinta medalha nos Jogos, também a segunda no Rio.

Últimas de _legado_Paralimpíada