Iluminação no mobiliário traz sofisticação ao ambiente

Especialistas orientam quais os melhores pontos dos espaços para distribuir a luz

Por O Dia

Rio - Facilitar a visualização dos objetos e dar aquele toque de sofisticação e de modernidade ao ambiente são algumas vantagens do uso de iluminação LED no mobiliário. De acordo com especialistas, ela pode ser utilizada dentro das gavetas, no armário da cozinha, em um nicho, na escrivaninha, no cabideiro, no closet, entre outras possibilidades. "Os LEDs têm muitas vantagens. Entre elas, luz com qualidade e facho definido. É uma economia de até 80% em relação às lâmpadas incandescentes", afirma Bruno Garcia Athayde, arquiteto da Simonetto Móveis Planejados.

Dicas de móveis que receberam a iluminação em vários ambientes da casaDivulgação

Segundo Bruno, closets e móveis estilo 'cristaleira' são os que mais recebem esse tipo de iluminação. "Há uma economia de energia e conforto aos moradores, uma vez que não há a necessidade de ligar ou desligar as luzes por meio de interruptores", diz o arquiteto. Ele ressalta que a iluminação pode ser direta ou indireta, de acordo com o projeto do designer ou do arquiteto. Lulu Andrade, sócia do escritório Adoro Arquitetura, complementa que a tecnologia do LED vem se expandindo e que os preços estão cada vez mais acessíveis. "Utilizar iluminação embutida no mobiliário se tornou uma opção viável para destacar as texturas dos próprios móveis e também dos objetos apoiados", destaca Lulu.

A profissional orienta optar por lâmpadas com tonalidade amarela para que a iluminação indireta emitida pelo móvel ajude a tornar o ambiente mais confortável. "Elas normalmente têm índice de reprodução de cor que giram em torno de 80%, o que permite que texturas e cores sejam percebidas de forma mais real. Ou seja, como percebemos as cores quando estão expostas à luz do sol", explica Lulu.

Além disso, como a lâmpada de LED emite uma quantidade de calor bem menor, essa característica evita danificar o móvel e os objetos que serão iluminados. "Para que as fitas de LED tenham vida útil mais longa, sugerimos que sejam conectadas a transformadores de voltagem. Apesar de existir fitas que não precisam deste recurso, qualquer oscilação na rede de energia pode vir a queimá-las", alerta a profissional.

Últimas de _legado_Imóveis