Ataque dos EUA contra EI deixa ao menos 41 mortos na Líbia

Alvo da ação militar era o terrorista idealizador de atentados contra turistas em praia na Tunísia e no Museu do Bardo

Por O Dia

Líbia - Um ataque aéreo dos Estados Unidos contra um campo de treinamento dos jihadistas do Estado Islâmico (EI) deixou ao menos 41 mortos nas proximidades da cidade de Sabratha, na Líbia. O ataque tinha como alvo Noureddine Chouchane, o suposto idealizador do ataque no ano passado ao Museu do Bardo, que deixou 22 mortos, e na praia de Sousse, na Tunísia, que deixou 38 mortos.

Ainda de acordo com autoridades locais, seis pessoas ficaram feridas em meio à ação militar. A morte do terrorista, no entanto, ainda não foi confirmada. Segundo fontes citadas pelo jornal "New York Times", Chouchane é um dos nomes mais influentes dentro do EI.

Em 18 de março de 2015, dois terroristas invadiram o museu e atiraram contra dezenas de turistas que visitavam o acervo, que fica na capital da Tunísia, Túnis. O portal especializado em monitoramento de terrorismo SITE informou que o grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) assumiu a autoria do atentado. Entre as vítimas estavam quatro italianos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência