Obama e Hillary dizem que Trump não é qualificado para ser presidente

O milionário chamou atenção na quarta-feira ao dizer que o presidente da Rússia, Vladimir Putin era 'muito mais líder' que Obama

Por O Dia

Washington - Barack Obama definiu nesta quinta-feira Donald Trump como uma pessoa inadequada para ser presidente dos Estados Unidos, depois que o candidato republicano criticou o exército americano e elogiou o presidente russo Vladimir Putin.

"Eu não acho que o cara seja qualificado para ser presidente dos Estados Unidos, e a cada vez que ele fala esta opinião é confirmada", disse Obama em linguagem incomumente ácida durante uma viagem ao exterior.

No primeiro comício juntos%2C Obama subiu ao palco ao lado de Hillary%2C em Charlote%2C e disse ser ela a “mais qualificada” para governar o paísDivulgação

Obama, que estava no Laos para uma cúpula com os líderes do Sudeste Asiático, em sua última viagem ao leste da Ásia, disse que Trump possui "ideias definitivamente malucas" e contraditórias e é "desinformado".

Trump chamou atenção na quarta-feira ao dizer que o presidente da Rússia era "muito mais líder" que Obama em uma entrevista televisionada. "Estimo que teria uma relação muito boa com Putin (...) Foi um líder, muito mais que o nosso presidente", declarou o milionário.

"Não foi o presidente russo que invadiu a Crimeia e apoia Bashar al-Assad na Síria?", perguntou a Trump o jornalista da NBC, Matt Lauer, durante a entrevista. Trump respondeu: "Você quer que eu comece a enumerar as coisas que o presidente Obama fez neste mesmo tempo?".

O candidato a presidência dos Estados Unidos, Donald TrumpDivulgação

"Não se suspeita que a Rússia esteja por trás das ações de hackers contra o Partido Democrata em julho?", perguntou novamente. "Ninguém sabe com certeza", alegou o magnata imobiliário.

O magnata enfrentará Hillary Clinton na eleição presidencial de novembro, na qual a ex-primeira-dama democrata aparece como favorita. Anteriormente Trump já havia irritado muitos na comunidade militar ao zombar do senador e ex-prisioneiro de guerra John McCain por ter sido capturado no Vietnã.

"Não é um herói de guerra. É porque foi capturado que é um herói de guerra. Eu quero as pessoas que não foram capturadas", havia declarado o magnata sobre McCain.

Hillary, por sua vez, considerou "aterrador" que Trump "prefira" o presidente russo em vez de Barack Obama. "Curiosamente outra vez (Trump) elogiou Vladimir Putin como homem forte da Rússia. Dando surpreendentemente o passo de preferir o presidente russo invés de nosso presidente americano, não apenas é antipatriótico e insultante para os habitantes de nosso país e nosso comandante-em-chefe, é aterrador", declarou Hillary.

Obama deve ajudar na campanha eleitoral de Hillary ao retornar aos Estados Unidos, onde o número de eleitores se tornará uma questão chave.