Homem é detido após atacar policial em Paris

Suspeito agrediu policial com um martelo próximo à Catedral de Notre-Dame. Procuradoria antiterrorista investiga o caso

Por O Dia

Paris - Um homem agrediu um policial com um martelo na escadaria da catedral Notre-Dame, em Paris, nesta terça-feira. O suspeito foi neutralizado após um agente efetuar disparos contra o agressor, informou a polícia da capital francesa. As autoridades pediram que o público evite o local.

Uma testemunha relatou ter ouvido "um grito muito forte" e visto "uma confusão entre a multidão". "As pessoas entram em pânico, ouvi tiros e vi um homem deitado no chão, com sangue para todos os lados", afirmou. 

Homem atacou policial à marteladas próximo à Catedral de Notre-Dame%2C um dos principais pontos turísticos do paísAFP

Segundo informações oficiais, o policial sofreu apenas ferimentos leves. A Procuradoria antiterrorista abriu uma investigação sobre o incidente.

Este ataque acontece três dias após o atentado no sábado à noite no centro de Londres, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) e que fez sete mortos. A Procuradoria antiterrorista da França abriu uma investigação do incidente desta terça. 

A catedral Notre-Dame, no coração de Paris, é um dos lugares mais visitados da Europa, com 13 milhões de visitantes por ano. A França está em estado de alerta máximo após uma onda de ataques terroristas que fizeram 239 mortos desde 2015.

Em 20 de abril, na famosa avenida parisiense Champs Elysées, um francês de 39 anos matou um policial de 37 anos com dois tiros na cabeça e feriu dois outros agentes e uma turista alemã, antes de ser morto.

Em 13 de novembro de 2015, um comando extremista que jurou lealdade ao Estado Islâmico  matou 130 pessoas em várias partes da capital francesa, no pior ataque em território francês.

O EI ameaça com frequência a França por sua participação na coalizão militar internacional anti-extremista no Iraque e na Síria.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência