Quatro capitais terão protestos contra aumento da tarifa do transporte público

Foram convocados protestos em BH, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, onde a polícia espera a presença de 5 mil pessoas

Por O Dia

São Paulo - Após protestos com centenas de pessoas em cidades como Joinville (SC) e Salvador nesta semana, movimentos contrários ao aumento das passagens de transporte público realizam manifestações nesta sexta-feira em outras quatro capitais para dar mais visibilidade à revindicação.

"Em 2013 foi assim. Antes dos grandes atos no centro de São Paulo houve vários pequenos", justifica Andreza Delgado, do Movimento Passe Livre São Paulo (MPL-SP).

Foram convocados protestos em Belo Horizonte (Praça Sete, 17h), Recife (Grande Recife,-São José 7h30) e Rio de Janeiro (Cinelândia, 17h) e São Paulo (Theatro Municipal, 17h) - onde a Polícia Militar espera a presença de 5 mil pessoas.

Manifestantes percorreram ruas do Centro do Rio contra o reajuste da tarifa dos ônibus municipais. Ministério Público quer suspender aumentoSandro Vox / Agência O Dia

A coincidência tem por objetivo dar um caráter nacional à pauta – "por isso escolhemos sexta-feira", diz Letícia Delgado, do Tarifa Zero BH. Os grupos discutem a realização de um novo ato na semana que vem.

O objetivo é forçar o Poder Público a revogar os reajustes nas tarifas de ônibus (e Metrô, em São Paulo) aplicados nas últimas semanas ou, no caso pernambucano, impedir o aumento.

Em São Paulo, no Rio e em Belo Horizonte, as passagens de ônibus subiram respectivamente, 16,7%, 13,3% e 8,8% (no ônibus mais comum), mais do que os aumentos que acabaram revogados após as manifestações de junho de 2013 (6,7%, 7,3% e 5,7%).

Últimas de _legado_Brasil