Chinês que fingiu ter um alienígena no congelador de casa é preso

Camponês publicou imagens com um suposto E.T. Ele foi acusado de 'desordem social'

Por O Dia

Pequim (China) - Um camponês chinês que ficou famoso no país asiático por publicar imagens suas junto a um suposto alienígena, que guardava dentro de um congelador e que depois foi revelado ser falso, foi preso pelas autoridades e acusado de "desordem social", informou nesta quarta-feira a imprensa oficial local.

O camponês, que só teve o sobrenome revelado, Li, mora na cidade de Binzhou, no leste do país. O agricultor foi interrogado pela polícia e cumpre cinco dias de detenção por "fabricar mentiras e quebrar a ordem social", justificaram as autoridades. Em 9 de junho, Li disse nas redes sociais chinesas que tinha encontrado, eletrocutado e matado um alienígena.

Para comprovar o fato, o camponês publicou fotos suas em casa com o suposto ser congelado. Após as imagens se disseminarem pelas redes sociais chinesas, a polícia foi até a residência de Li, que confessou ter inventado a história e que o extraterrestre era um boneco fabricado por ele próprio com papelão, borracha e arames.

Li disse à polícia que criou o caso para despertar entre os chineses o interesse pela ufologia e o espaço, justamente na semana na qual a China lançou sua quinta missão tripulada ao cosmos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência