Por tamyres.matos

Iraque - Os iraquianos, em pleno Natal, tiveram mais um dia de derramamento de sangue com atentados em áreas cristãs da capital Bagdá. Pelo menos 37 pessoas foram mortas em três ataques a bomba. Em um dos atentados, um carro-bomba explodiu perto de uma igreja depois de um culto de Natal, disseram a polícia e os médicos.

O carro-bomba matou pelo menos 26 pessoas e feriu 38, a maioria delas cristã, quando eles saiam da igreja no distrito de Doura, no sul de Bagdá, informaram fontes policiais. O carro estava estacionado do lado de fora de uma igreja.

Mais cedo, duas bombas também explodiram em um mercado da área cristã de Athorien, matando 11 pessoas. Pelo menos 21 ficaram feridos. Ninguém reivindicou imediatamente a responsabilidade pelos ataques. A comunidade cristã iraquiana, estimada entre 400 a 600 mil pessoas, costuma ser alvo de militantes islâmicos que os julgam infiéis.

No Egito, grupo jihadista instalado no Sinai egípcio e próximo à Al-Qaeda, Ansar Beit al-Maqdes, reivindicou, ontem, atentado que deixou 15 mortos na terça-feira em sua maioria policiais.

Você pode gostar