Antártida: Começa operação de resgate dos tripulantes de barco preso no gelo

Embarcação russa rememorava a expedição realizada pelo explorador Douglas Mawson há um século no continente

Por O Dia

Antártida - As equipes de resgate iniciaram nesta quinta-feira a retirada, com o uso de um helicóptero, dos 52 passageiros do navio russo Akademik Shokalskiy, que está preso na calota de gelo da Antártida desde a véspera de Natal.

O plano de resgate prevê que os 52 passageiros, entre eles três cientistas latino-americanos, sejam transferidos até a cidade australiana de Hobart, onde chegariam em meados de janeiro, enquanto os 22 membros da tripulação permaneceriam no navio à espera do derretimento do gelo para poder deixar o local.

Teve início resgate dos 52 passageiros do navio russo que está preso no gelo da Antártida desde o NatalEfe

Um helicóptero começou a transferir os cientistas e turistas a bordo do barco russo para o navio quebra-gelo chinês Xue Long, de onde serão transportados, em seguida, por um barco até o quebra-gelo australiano Aurora Australis.

"O helicóptero chinês chegou ao @theshokalskiy. Nós vamos 100%. Muito obrigado a todos", disse o líder da expedição, Chris Turney através do Twitter.

A Autoridade Australiana de Segurança Marítima teve que suspender a operação durante a manhã de hoje devido ao mau tempo e às condições do gelo marinho, que dificultavam o avanço do barco responsável pelo transporte dos passageiros entre os navios quebra-gelo chinês e australiano.

Desde que o Akademik Shokalskiy fez um pedido de socorro no Natal, o resgate por via marítima e aérea foi suspenso várias vezes devido às condições meteorológicas desfavoráveis na baía de Commonwealth, a cerca de 2,7 mil quilômetros ao sul da cidade australiana de Hobart.

A embarcação russa rememorava a expedição realizada pelo explorador Douglas Mawson há um século na Antártida, que proporcionou o primeiro estudo completo do continente gelado.

Começa operação de resgate na AntártidaReuters


Últimas de _legado_Mundo e Ciência