Homem armado que matou uma pessoa em faculdade dos EUA foi contido por alunos

'Outros estudantes pularam em cima deles, e eles foram capazes de conter o atirador, mantendo-o no chão até que a polícia chegasse minutos depois', disse a polícia

Por O Dia

Seattle - A polícia buscava descobrir o motivo, nesta sexta-feira, para explicar por que um homem armado abriu fogo em uma pequena faculdade cristã em Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, na quinta-feira, matando uma pessoa antes de ser contido por um grupo de estudantes.

A polícia de Seattle disse que Aaron Ybarra, de 26 anos, foi preso após o tiroteio e o tumulto na Universidade Seattle Pacific, que também resultou em três feridos. A polícia não deu explicações para o ataque.

Estudantes oram juntos depois de tiroteio em campus de universidade em SeattleReuters

O suspeito, que não era aluno, entrou no prédio da universidade no fim da tarde e atirou em três pessoas, disse a polícia.

Estudantes desarmaram o homem na hora que ele parou para recarregar sua arma, e um segurança escolar utilizou spray de pimenta contra ele. Outra pessoa foi ferida na luta que se seguiu, disse a polícia.

“Outros estudantes pularam em cima deles, e eles foram capazes de conter o atirador, mantendo-o no chão até que a polícia chegasse minutos depois", disse o capitão Chris Fowler.

Esse foi o mais recente episódio em uma série de tiroteios em lugares públicos nos Estados Unidos, como escolas e teatros, que levaram a um intenso debate sobre regulamentações para controle de armas no país.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência