Morre Anita Ekberg, musa do cineasta italiano Federico Fellini

Símbolo sexual dos anos 1960 estava hospitalizada em uma clínica a cerca de 30 quilômetros ao sul de Roma

Por O Dia

Roma -A atriz sueca Anita Ekberg, eternizada pelo filme ‘A Doce Vida’ (La Dolce Vita, no original), de Federico Fellini, de 1960, morreu ontem em Roma aos 83 anos. Ela estava internada desde o Natal na clínica San Raffaele i Rocca di Papa, na zona de Castelli Romani, a cerca de 30 quilômetros ao sul da capital italiana, e morreu por volta das 10h30 locais (7h30 em Brasília). Anita vivia há muitos anos em Genzano, uma vila da cidade romana de Montegiove.

Anita Ekberg em foto tirada em 2010Efe


Kerstin Anita Marianne Ekberg, seu nome verdadeiro, nasceu na cidade sueca de Malmo em 29 de setembro de 1931 e era a sexta de oito irmãos. Com suas curvas exuberantes e longos cabelos louros, se tornou Miss Suécia aos 19 anos, em 1950. Viajou para os Estados Unidos para concorrer ao Miss Universo, mas não ganhou. No entanto, o evento viria a abrir as portas de Hollywood para ela, onde a bela acabou interpretando alguns papéis menores.

Seria o italiano Federico Fellini, em 1960, o encarregado de transformá-la em um símbolo sexual com o papel de Sylvia, uma atriz hollywoodiana no filme ‘A Doce Vida’, uma das obras-primas do neo-realismo italiano. Na cena que ficou para a história do cinema, ela se banha na Fontana di Trevi, ponto turístico de Roma, vestindo um decotado vestido tomara que caia, enquanto chama o jornalista Marcello Rubini (Marcello Mastroianni) a se juntar a ela.

Uma das últimas aparições públicas da atriz foi em 2010, no Festival Internacional de Cinema de Roma, durante uma exibição de uma cópia restaurada de ‘A Doce Vida’. Em 2011, sua casa foi assaltada e incendiada, e Anita sofreu uma fratura na coxa, passando a usar cadeira de rodas. Segundo o contador da atriz, ela estava passando sérias dificuldades financeiras e chegou a ficar em uma casa de repouso.

Nos áureos tempos, Anita teve seu nome ligado ao de homens como Frank Sinatra e Gary Cooper. Foi casada duas vezes: com o ator inglês Anthony Steel, entre 1956 e 1959, e com o ator americano Rik Van Nutter, entre 1963 e 1975.


Anita fez sucesso no filme 'A Doce Vida' de FelliniReprodução Internet


Últimas de _legado_Mundo e Ciência