Adolescente sobrevivente do caso Sumaré depõe em audiência na Justiça

Jovem que sobreviveu a dois tiros disparados por PMs foi ouvido nesta sexta-feira; policiais são acusados por três crimes

Por paloma.savedra

Rio - O adolescente que sobreviveu a dois tiros, no Morro do Sumaré, Zona Norte do Rio, prestou depoimento em audiência de instrução e julgamento (AIJ), realizada nesta sexta-feira, na 3ª Vara Criminal da Capital. Os réus do processo, os policiais militares Vinícius Lima Ferreira e Fábio Magalhães Ferreira, são acusados de tentativa de homicídio contra o jovem, além do crime de homicídio pela morte de Matheus de Souza, de 14 anos, e ocultação de cadáver.

Durante a audiência, a vítima contou que estava na Avenida Presidente Vargas, por volta das 10h do dia 11 de junho, quando foi abordada pelos policiais. O menor afirma que foi algemado e colocado na viatura, onde já estava Matheus de Souza.

Os PMs Vinicius Lima Vieira e Fábio Magalhães Ferreira são os principais suspeitos de assassinarem um menor no Morro do SumaréJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

Os PMs também teriam apreendido um terceiro rapaz que passava pelo local. Segundo a vítima, os PMs seguiram para um lugar deserto e com denso matagal. O menor foi baleado duas vezes - no joelho e nas costas - e diz ter se fingido de morto. Em seguida, ele disse ter ouvido seis tiros que teriam sido disparados em direção à Matheus Souza. A continuação da audiência foi marcada para o dia 17 de setembro

Relembre o caso

Na manhã do dia 11 de junho, os policiais Vinícius Lima e Fábio Magalhães apreenderam três menores, acusados de cometer assaltos na Avenida Presidente Vargas, Centro do Rio. Um dos adolescentes foi liberado pelos policiais. O corpo de Mateus Alves foi encontrado cinco dias depois em um matagal, próximo ao local da suposta execução.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia