Buraco se abre perto de obra da Linha 4 do Metrô e alaga rua de Ipanema

Cratera jorrou água com cimento na esquina das ruas Barão da Torre e Farme de Amoedo

Por O Dia

Rio - Um vazamento de água com cimento alagou a esquina das ruas Farme de Amoedo e Barão da Torre, em Ipanema, na Zona Sul, nesta segunda-feira. O buraco se abriu próximo ao canteiro de obras da Linha 4 do Metrô, no bairro, provocando a interdição de trecho das vias. 

O jornalista Chico Junior passou pelo local pela manhã e registrou o momento em que o buraco jorrava o material. Ele contou que cerca de 15 funcionários do consórcio Linha 4 tentaram 'solucionar' o problema, porém, a rua ja estava um 'mar de cimento'. 

"Primeiro foi um buraco, que jorrava cimento com água. Depois, eram mais quatro, e o cimento começou a ocupar todo asfalto", contou o jornalista. "O pessoal (funcionários da obra da Linha 4) ficou como barata tonta. O buraco se abriu do nada. eles ficaram atônitos. Eles tentaram resolver, mas não sabiam direito o que fazer. A cratera não se abriu dentro do canteiro, mas foi muito perto. Deve ter relação com as obras", disse ele. 

Ruas de Ipanema ficaram alagadas por conta do vazamento que jorrou água com cimento no trechoReprodução Vídeo

Os operários chegaram a colocar tapumes no trecho para evitar que o cimento 'tomasse' mais espaço das calçadas. A CET-Rio foi ao local e interditou o trecho. Os agentes de trânsito orientaram ainda os motoristas.

De acordo com a assessoria da Linha 4 do Metrô, as causas do vazamento de polímero ainda estão sendo apuradas. De acordo com o consórcio, a área foi isolada e limpa, e não há riscos para as edificações do entorno. A empresa afirma ainda que a escavação segue normalmente.

Últimas de Rio De Janeiro