Disque-Denúncia registra 34 ligações com informações do traficante Playboy

Número de ligações sobre paradeiro do criminoso subiu após a recompensa será aumentada de R$ 20 mil para R$ 50 mil

Por O Dia

Rio - O número de ligações com informações sobre Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, só aumenta desde que a recompensa para quem prendê-lo foi elevada de R$ 20 mil para R$ 50 mil. De acordo com o Disque-Denúncia, desde a última quinta-feira, o serviço já recebeu 34 ligações.

LEIA: Playboy domina e dita leis em Costa Barros, Guadalupe e Barros Filho

Disque-denúncia ofere recompensa de 50 mil por informações de palyboyDivulgação

A prisão do traficante se tornou prioridade após ele comandar, no último dia 31, a invasão ao depósito do Detro, em Fazenda Botafogo, e roubar 193 motos. Com a repercussão do caso, ele ordenou que comparsas devolvessem parte dos veículos — 97 motos. 

Na última sexta-feira o delegado Pedro Medina, da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), disse que a empresa responsável pela segurança das motocicletas — a Rodando Legal — deveria repassar a lista para o Detro, que a repassaria para os policiais, o que não aconteceu. A falta de uma relação com as motos roubadas prejudica as investigações, segundo Medina. 

Além de Playboy, também foi aumentada a recompensa de Vanilson Venâncio Gomes, o Tida, responsável por toda logística da quadrilha que age no Morro da Pedreira. O valor oferecido passou de R$ 1 mil para R$ 10 mil.

Histórico 

A quadrilha comandada por Playboy é a responsável pelos diversos roubos de cargas, na região do entorno da Pedreira, principalmente, as de cigarros que valem muitos no mercado negro. Outros produtos visados pelos traficantes são os eletroeletrônicos, alimentos, e remédios. Metade do dinheiro que a quadrilha consegue com os roubos, é dado ao traficante para comprar armas e drogas, financiar outras quadrilhas e alugar armas para invasões em redutos de grupos rivais.

Últimas de Rio De Janeiro