Pacientes protestam em frente ao Instituto Oncológico de Nova Iguaçu

Grupo reivindica volta do tratamento, suspenso desde domingo, por causa da falta de recursos financeiros

Por O Dia

Rio - Um grupo de pessoas está realizando uma manifestação em frente ao Instituto Oncológico de Nova Iguaçu (IO), na manhã desta terça-feira. O grupo formado por pacientes e seus familiares reivindica a volta do tratamento contra o câncer da ala pública do hospital, suspenso por falta de verbas desde domingo. 

Pacientes e familiares protestam em frente ao Instituto Oncológico de Nova Iguaçu na manhã desta terça-feiraLeitra Marcele Araújo

Com a paralisação, cerca de 1.200 pacientes são afetados. Aflitos com a situação e sem ter uma posição de quando retornarão ao tratamento, na manhã do último domingo o grupo também realizou um protesto. 

LEIA MAIS: Por falta de verba, Instituto Oncológico de Nova Iguaçu interrompe tratamentos

A situação do IO é bem complicada. Funcionários, médicos e enfermeiros da instituição não recebem seus salários desde janeiro, informou a Gerente Administrativa do IO, Renata Barros. Além disso,  a energia elétrica está atrasada e tanto a medicação usada na quimioterapia, quanto os remédios, não podem ser comprados e distribuídos, por causa da falta no repasse das verbas estaduais.

“Nós oferecemos um dos melhores tratamentos contra o câncer na região, mas é impossível manter a ala pública do hospital aberta diante deste descaso. Eu não trato gripe, trato câncer. E ainda que fosse gripe é inadmissível essa situação”, disse Renata.

Procurada pela reportagem do O DIA, a Secretária do Estado de Saúde informou que "está atuando para a normalização do atendimento aos pacientes, trabalhando para a manutenção do tratamento dos mesmos na unidade, sem que sofram a descontinuidade do seu acompanhamento clínico".

Em relação aos pagamentos, a Secretaria afirmou que está trabalhando junto à Secretaria de Estado de Fazenda, para regularizar os repasses em atraso.


Últimas de Rio De Janeiro