Polícia investiga se morte no Chapéu Mangueira tem ligação com o tráfico

Jéfferson Jesus de Souza era neto de Agnaldo Bezerra dos Santos, morto por um derrame em 1987, quando era casado com a deputada federal Benedita da Silva (PT)

Por O Dia

Jefferson morreu atingido por vários tiros enquanto estava em um bar no Morro Chapéu Mangueira%2C no LemeReprodução Facebook

Rio - A Delegacia de Homicídios (DH) da Capital investiga o assassinato, com pelo menos oito tiros, de Jéfferson Jesus de Souza, de 25 anos. O crime ocorreu na noite de terça-feira em um bar na comunidade Chapéu Mangueira, no Leme. A região, que recebeu uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) em 2009, não registrava um homicídios desde então e passou a integrar o roteiro de turismo na cidade por sua bela vista do mar do Leme e da Praia de Copacabana.

Segundo as investigações da DH, testemunhas contaram que os assassinos chegaram ao bar já disparando contra Jéfferson. A UPP informou que não houve confronto antes do homicídio. Em nota, a PM também detalhou que os policiais da unidade chegaram ao local pouco depois do fato, por volta das 19h, e socorreram a vítima para o Hospital Municipal Rocha Maia, em Botafogo, onde Jéfferson não resistiu. Segundo testemunhas, os suspeitos fugiram para uma área de mata. O policiamento foi reforçado na comunidade e policiais do Bope fizeram buscas na mata.

A DH já identificou suspeitos e trabalha com a hípótese de o crime ter ligação com disputas por pontos de venda de drogas. A favela teria sofrido invasão de uma facção rival. A família de Jéfferson negou que ele tivesse envolvimento com o tráfico de drogas.

Jéfferson era neto de Agnaldo Bezerra dos Santos, morto por um derrame em 1987, quando era casado com a deputada federal Benedita da Silva (PT). Depois da morte de Agnaldo Bezerra dos Santos — que chegou a ser candidato a vice-governador na chapa de Fernando Gabeira, em 1986 —, Benedita se casou com o ator Antônio Pitanga e ajudou a criar os filhos dele, inclusive a atriz Camila Pitanga, estrela da novela ‘Babilônia’, da TV Globo, ambientada justamente nas comunidades vizinhas do Chapéu Mangueira e Babilônia. Camila morou na comunidade por dois anos e, na trama das 21h, a mocinha Regina, sua personagem, luta por uma vida melhor.

Tiroteio na Mineira deixa três feridos

Pelo menos três pessoas foram baleadas — entre elas, um PM — em tiroteio no Morro da Mineira, Complexo do São Carlos, no Estádio, no início da tarde de quarta-feira. Clemer Francelino Barroso, de 17 anos, foi atingido no tórax e está internado em estado estável no Hospital Souza Aguiar, no Centro.

Na mesma unidade, Rafaela Cavancanti da Conceição, 22, foi operada na cabeça e também está estável, sem previsão de alta. Um policial da UPP local foi atingido no braço e passa bem, após ser medicado no hospital da corporação.

Últimas de Rio De Janeiro