Nilópolis: Acusado de matar PM e tentar assassinar outras três pessoas é preso

Bruno Cardoso Cesar, de 25 anos, foi preso em flagrante pelos agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense

Por O Dia

Homem é acusado de matar PM na porta de clube de Nilópois%2C na Baixada%2C nesta madrugadaWhatsApp O DIA (98762-8248)

Rio - Policiais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, em flagrante, Bruno Cardoso Cesar, de 25 anos, na manhã deste sábado. Ele é acusado de matar o cabo da Polícia Militar Fábio Paulino Chaves, no início da manhã deste sábado, em frente ao Clube Nilopolitano, por volta das 5h30, e de tentar assassinar outras três pessoas.

Lotado no 5º BPM (Praça da Harmonia), o policial estava de folga e foi baleado no peito, após uma confusão. Ele chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nilópolis, mas não resistiu aos ferimentos. As outras três vítimas foram encaminhadas para a UPA de Nilópolis. o Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse, e para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, Zona Norte do Rio, onde foram atendidas pelos médicos e ouvidas pelos agentes da especializada. A identificação e o estado de saúde delas ainda são desconhecidos. Também não se sabe o que pode ter motivado a confusão que terminou em morte no município da Baixada Fluminense.

Ainda neste sábado, durante um assalto, dois policiais militares foram feridos e tiveram o veículo em que estavam roubados, no Trevo das Missões, próximo à Cidade Alta, na Zona Norte. Um dos agentes foi baleado na mão e o outro levou um tiro de raspão no tórax. Eles foram socorridos para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Não há informação sobre o estado de saúde deles. Os policiais são lotados na UPP São Carlos.

LEIA MAIS: Tiroteio termina com PM morto e três pessoas feridas

Fábio Paulino Chaves morreu após ser baleado na porta de clube de NilópolisWhatsApp O DIA (98762-8248)


Últimas de Rio De Janeiro