Porto do Açu vai ganhar hotel

Contrato com incorporadora prevê investimentos de R$ 30 milhões para atender trabalhadores do complexo portuário

Por O Dia

São João da Barra (RJ) - O Complexo Industrial do Porto do Açu, em São João da Barra, vai ganhar um hotel. A previsão é que sejam investidos cerca de R$ 30 milhões na sua construção, que terá bandeira definida nos próximos meses e irá gerar 100 empregos na operação.

O hotel é o primeiro empreendimento de um centro de conveniência (mixed use) que está sendo desenvolvido no complexo industrial, e contará ainda com salas comerciais e serviços de conveniência. O centro de conveniência será instalado em uma área total de 250 mil m² e a previsão é que atenda a demanda das empresas e dos trabalhadores do complexo.

O empreendimento, que ocupará uma área de 10.649 m² entre a entrada dos Terminal 1 (T1 - offshore) e pelo Terminal 2 (T2 - onshore), contará com 200 quartos, em padrão standard, com cerca de 20 m² cada, divididos em 10 andares.

O contrato para construção da unidade foi assinado na última terça-feira (19) entre a Prumo Logística, que controla o Porto do Açu, e a incorporadora carioca Inter Rio. A Prumo será proprietária de 22 quartos.

“A instalação de um hotel no complexo industrial do Porto do Açu atende a uma demanda dos nossos clientes. O oferecimento deste serviço, e de outros que estão previstos no centro de conveniência, é mais um diferencial do nosso empreendimento”, destaca Marina Fontoura, diretora de Desenvolvimento da Prumo.

Há 30 anos no mercado, a InterRio mantém empreendimentos comerciais e residenciais na cidade do Rio de Janeiro, além de atuar em outros municípios do estado, como Campos, Macaé, Rio das Ostras, Resende e Cabo Frio.

Sobre o Porto do Açu

Com 17 km de píeres, o Porto do Açu ocupa área de 90 km². O Terminal 1 é dedicado à movimentação de minério de ferro e petróleo. Operando desde outubro de 2014, o T1 já recebeu 18 navios e está capacitado a pode receber embarcações do tipo Panamax e Capesize. Atualmente, está se preparando para receber navios maiores do tipo Very Large Crude Carrier – VLCC.

O Terminal 2 (T2 - onshore) está instalado no entorno de um canal para navegação, que conta com 6,5 km de extensão, 300 metros de largura e profundidade de, pelo menos, 10 metros em toda a sua extensão, chegando a 14,5 metros na sua maior profundidade.

O T2 irá movimentar carga de projetos, contêineres, rochas, bauxita, grãos agrícolas, veículos, granéis líquidos e sólidos, carga geral e petróleo. O terminal também abriga uma área dedicada à indústria de suporte às operações de E&P de óleo e gás.

Últimas de _legado_O Dia no Estado