Site da Prefeitura de Resende volta ao ar após ser invadido por hackers

A invasão prejudicou o acesso dos cidadãos a serviços públicos, como segunda via de IPTU e nota fiscal eletrônica

Por O Dia

Resende (Rj) - O site da Prefeitura de Resende (www.resende.rj.gov.br) voltou ao ar na manhã da última segunda-feira, dia 3, depois de sofrer uma invasão de hackers no sábado, dia 1º, ficando fora do ar por dois dias. A invasão prejudicou o acesso dos cidadãos a serviços públicos, como segunda via de IPTU e nota fiscal eletrônica, e informações do Portal da Transparência, de horários de ônibus e endereços e telefones de unidades de saúde e da Central de Ambulâncias, por exemplo.

"Este tipo de ataque virtual é crime e a Prefeitura registrou ontem mesmo um boletim de ocorrência. Já foi identificado o endereço de IP do computador de onde partiu o ataque. Agora a Polícia está investigando e busca o autor, ou os autores, desse vandalismo digital, que fez com que a população de Resende ficasse sem acesso aos serviços oferecidos pelo site da Prefeitura", afirmou o Procurador-Geral do Município, Kléber Luís de Souza.

O procurador informa que interromper serviço telemático ou de informática de utilidade pública é crime e tem punição através da Lei nº. 12.737/12 (Conhecida como Lei Carolina Dieckmann). A pena prevista é detenção de um a três anos e multa.

Já o prefeito José Rechuan lembrou ainda que a Prefeitura lançou no último dia 23 de julho uma campanha nas mídias sociais 'Resende sem vandalismo', com o objetivo de conscientizar a população sobre vandalismo.

"As pessoas precisam entender que vandalismo é crime, e além de termos que combater a depredação de patrimônio público, que este ano já causou um prejuízo de cerca de R$ 100 mil aos cofres públicos, temos que combater também o vandalismo digital, que foi o que o site da Prefeitura sofreu no último final de semana", disse o prefeito.

Últimas de _legado_O Dia no Estado