O DIA flagra cena de roubo em Copa no primeiro dia do verão

Reforço na segurança anunciado pela PM não intimida ação de bandido à luz do dia

Por O Dia

Rio - O verão chegou em plena quarta-feira e com praias lotadas. Por volta das 10h os termômetros da orla de Copacabana já marcavam 35ºC e nas areias, famílias inteiras aproveitavam o calor e o período das férias para garantir a diversão. Apesar do clima agradável, muitos banhistas e moradores reclamavam dos furtos recorrentes na região, a qualquer hora do dia. Na Rua Francisco Otaviano, no Arpoador, a reportagem do DIA presenciou uma perseguição por volta do meio dia. 

Homem corre armado atrás de pivete na Zona Sul do RioSeverino Silva

Um homem armado corria pela rua em direção a um adolescente de bicicleta e com pertences à mão. Quando o homem se posicionou para atirar, um carro parou ao seu lado, ele entrou e seguiu no veículo atrás do adolescente. Não foram ouvidos disparos. Procurada, a Polícia Militar informou que PMS em patrulhamento a pé avistaram a situação ao longe e emitiram alerta para as equipes do 23º BPM. Foram feitas buscas na região, mas os envolvidos não foram encontrados. Não houve registro do fato em delegacia.

Um porteiro que trabalha na mesma rua e preferiu não se identificar disse que a cena é comum. “Aqui vejo isso todo dia. Quando eles passam pedalando devagar a bicicleta e olhando muito ao redor, pode acreditar que estão procurando uma vítima”, conta.

O caso aconteceu no mesmo dia em que a PM iniciou a Operação Praia, que vai reforçar o policiamento na região, com cerca de 850 agentes, durante a estação. Em nota a PM informou ainda que o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) realiza o patrulhamento de Copacabana com viaturas e bicicletas. Além disso, conta com o suporte de dois carros de Comando Móvel, que ficam baseados na Praia do Arpoador e na Barra da Tijuca.

Os equipamentos têm sistema de captação de imagens com um raio de abrangência de 2 km. As imagens são transmitidas pelo helicóptero do Grupamento Aeromóvel (GAM), em tempo real. A tecnologia tem agilizando o deslocamento de viaturas e policiais quando necessário.

Para quem tem a praia como ‘escritório’ o verão promete mais clientes e o reforço no policiamento pode ajudar nas vendas. “Não sei se (o faturamento) vai ser tão bom quanto no ano passado, mas ruim não vai ser. Ruim são os furtos que tem todo dia aqui na orla, isso atrapalha o cliente que quer sentar e relaxar. É o tempo todo”, diz Aldenir de Almeida, 42, atendente de um quiosque do Arpoador.

Dicas para a segurança

De férias pelo Rio, a família de Manaus aproveitou a quarta-feira de mar calmo e águas claras para conhecer Copacabana. “Depois de um ano inteiro de trabalho, o descanso é merecido”, disse a professora Adélia Felix, de 48 anos. Mas o período de fim de ano exige alguns cuidados, explica o advogado da área criminalista Rafael Faria, da RS Faria Advogados. Seja nas praias, nos grandes centros comerciais ou nos transportes, é preciso atenção redobrada.

Entre as medidas preventivas ele destaca proteger a bolsa, colocando-a junto ao corpo ou longe do alcance de assaltantes. Para quem sai com crianças é importante identificá-las com crachá com nome e telefone do responsável. Nos transportes evite chamar atenção com celulares ou relógios à mostra. “Se for furtado, não deixe de registrar queixa em uma delegacia próxima. Isso ajuda a mapear as ações dos bandidos”.

Últimas de Rio De Janeiro