Protesto fecha pista da Avenida Presidente Vargas, no Centro

Manifestantes ocupam pista lateral no sentido Candelária e trânsito congestiona. Grupo realiza protesto contra a redução da maioridade penal

Por O Dia

Rio - Um grupo de manifestantes fecha, na manhã desta quinta-feira, a pista lateral da Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, complicando o trânsito para quem segue em direção à Candelária. O protesto ocorre contra a redução da maioridade penal, que vem sendo discutida no Senado.

Os cerca de 100 manifestantes estão na altura do Sambódromo, onde se localiza a Vara da da Infância e da Juventude, e gritam palavras de ordem contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 33/2012. A ação é realizada pelo Levante Popular da Juventude e tem a participação de militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que realiza o seu 8º Encontro Nacional no Rio. 

Protesto contra redução da maioridade penal ocorre na Avenida Presidente VargasFacebook / Levante Popular da Juventude

Segundo dados divulgados no Atlas da Violência do Ipea, morrem mais de 30 mil jovens por ano no país por homicídio. As principais vítimas têm entre 15 e 29 anos.  “Os jovens são, na verdade, vítimas de um verdadeiro extermínio e, ainda assim, querem colocá-los nas prisões. Querem resolver a violência com mais violência, ao invés de investirem em educação”, afirma Breno Rodrigues, um dos integrantes do Levante. 

Equipes da CET-Rio realizam o desvio do tráfego de veículos para a Rua Carmo Neto. Outra opção é seguir pela pista central, também no sentido Candelária. Há retenção ao longo da via, com reflexos no Trevo das Forças Armadas, Avenida Francisco Bicalho e Praça da Bandeira.


Últimas de Rio De Janeiro