Após meses parada, obra do VLT é retomada na Central do Brasil

Intervenções no trecho já estão em fase final e testes serão feitos durante os Jogos Olímpicos

Por O Dia

Rio - No último dia 24 de maio, reportagem de O DIA mostrou que a obra do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) na Central do Brasil estava completamente abandonada e com grande acúmulo de lixo. Nesta semana, a concessionária VLT Carioca retomou o ritmo dos trabalhos e cercou todo seu canteiro de obras com grades. Placas também foram colocadas no local indicando que existe uma ação de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

Galeria: Lixo se acumula em canteiro de obra do VLT

Obra do VLT é retomada na Central do BrasilLuis Araujo / Agência O Dia

Apresar disso, ainda há uma pequena quantidade de lixo acumulada nas redondezas. Na ocasião do primeiro flagrante, a Concessionária do VLT Carioca informou que faz limpeza sistemática do local, apesar de o lixo apresentado não ser produzido pela obra, mas "por pessoas que transitam pela área". A empresa destacou ainda que a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp) e a Comlurb iriam intensificar ações educativas e de fiscalização do Programa Lixo Zero a fim de reduzir os transtornos para a população.

Lixo ainda pode ser visto no canteiro de obrasLuis Araujo / Agência O Dia

Saiba mais: Obra do VLT está abandonada e acumula lixo na Central

Leia aqui: Com atraso e protestos, Paes inaugura linha do VLT

Já a Comlurb havia reforçado que realiza a limpeza na região diariamente, três vezes ao dia, de segunda a segunda-feira, incluindo varrição e remoção dos resíduos no trecho do Palácio Duque de Caxias. Além disso, na época, a empresa destacou que a área da obra do VLT é cercada onde atuam os trabalhadores, apesar de O DIA ter registrado que os tapumes que cercavam a obra foram retirados. Por fim, a companhia afirmou que agentes do programa Lixo Zero estão fiscalizando a área e quem for flagrado depositando resíduos poderá ser multado, com base na Lei de Limpeza Urbana 3.273 de 06/09/2001.

Obra em fase final

A concessionária VLT Carioca informou nesta terça-feira que as obras no trecho que compreende a Central do Brasil até as Barcas - Praça XV estão em fase final e que testes neste trecho serão feitos durante os Jogos Olímpicos. Está parte do VLT é chamada de Etapa 2 e tinha previsão de ser inaugurada em agosto. Ao todo o sistema terá 28 quilômetros e 32 paradas - dez a menos que as previstas inicialmente na licitação. 

Trecho em testes será da Central do Brasil até a Praça XVDivulgação / VLT Carioca


Reportagem do estagiário Luis Araujo

Últimas de Rio De Janeiro